dd/mm/aaaa



BTCA em Letras

O Núcleo de Pesquisa (NP) nasceu no ano de 2006 da necessidade de expandir ações do Balé Teatro Castro Alves (BTCA) de maneira a acompanhar inquietudes e avanços advindos da contemporaneidade. Desde então, vem estimulando a reflexão para a consciência do papel desse corpo artístico no universo da dança. Do ponto de vista do NP/BTCA, uma companhia de dança pública não é mais o local onde bailarinos são apenas “meros repetidores de coreografias”, mas um espaço de formação, de voz, de proposições e de pensar a dança e suas implicações sociais junto à comunidade. Parte do princípio de que bailarinos são pesquisadores por natureza desde o momento em que buscam traduzir ideias em movimento, expressão e sentimentos. O Núcleo de Pesquisa do BTCA é, dessa forma, também um fomentador de diálogos entre os universos artístico e acadêmico, promovendo diálogos para reflexões, discussões e questionamentos, sem, contudo, almejar produzir eventos ou resultados práticos imediatos como é a natureza da pesquisa. Seu compromisso é promover o conhecimento baseado na reflexão e construção de conceitos e ideias a partir do saber sobre o papel do BTCA como companhia pública de dança. Neste sentido, pode-se afirmar que a postura do NP/BTCA é de provocação, estímulo, apoio ao abstrato e concreto e ao teórico e prático. O trabalho tem parcerias profícuas com a Universidade do Estado da Bahia (UNEB) e Universidade Federal da Bahia (UFBA).

No projeto “BTCA em Letras”, que objetiva promover reflexões amplas sobre a dança no contexto de uma companhia pública, divulgando textos de autoria de dançarinos, coreógrafos, pesquisadores e outros profissionais da dança que desenvolvem ou desenvolveram trabalhos junto ao Balé Teatro Castro Alves, apresenta uma nova reflexão: o artigo "Balé Teatro Castro Alves, Arte e Educação em um encontro possível", de Licia Maria Morais Sanchez, doutora em Artes pela Escola de Comunicação e Artes da USP, resultado da participação do BTCA no XIII Colóquio em História da Educação na Bahia e III Colóquio do NHIPE do Centro de Memória da UNEB em Caetité.

ACESSE O ARTIGO AQUI

 

 

Teatro Castro Alves - Praça Dois de Julho,s/n, Campo Grande, CEP 40080-121 - Salvador - Bahia - Brasil Telefone: (71) 3003-0595